Os rececionistas do hotel recebem e registram hóspedes em hotéis ou outros estabelecimentos que oferecem serviços de hospedagem. 

Atribuem quartos, emitem chaves, fornecem informações sobre o serviço prestado, fazem reservas de quartos, mantêm um registo de quartos disponíveis para ocupação, apresentam declarações de encargos aos hóspedes que saem e recebem pagamentos (ILO, 2018).

Probabildiade de risco baseado no estudo seminal de Frey e Osborne

Professional Group characteristics and similar occupations

Empregados de informação ao cliente

Empregado de informação ao cliente fornecem ou obtêm informações pessoalmente, por telefone ou por meios eletrônicos, como e-mail, para organizar viagens, descrever produtos ou serviços de uma organização, registar e receber convidados e visitantes, marcar consultas, conectar chamadas telefónicas e recolher informações de inquiridos em inquéritos de pesquisa ou de candidatos a serviços (ILO, 2018).

  • Empregados de agências de viagem
  • Empregados dos centros de atendimento
  • Operadores de centrais telefónicas
  • Rececionistas de hotéis
  • Empregados de serviços de informação ao cliente
  • Rececionistas (em geral)
  • Entrevistadores de inquéritos e estudos de mercado
  • Outros empregados que prestam serviços de informação ao cliente

Informações básicas

As atividades de um rececionista de hotel foram já amplamente alteradas pela Internet e há já alguns anos que a maior parte das reservas de hotelaria são feitas através de portais de reservas online. Muitos hotéis têm programas de gestão de reservas e quartos vinculados a portais digitais sendo assim, mais fácil e rápido verificar a disponibilidade. Chaves de quarto digitais são, igualmente, muito comuns (BENBRIA, 2016).

Por outro lado, máquina alguma substituirá o valor de um sorriso acolhedor. O contato humano faz-nos sentir em casa, mesmo estando a quilómetros de distância. Rececionistas de hotel precisam de investir em formação ao nível da comunicação interpessoal. Um estudo do International Journal of Contemporary Hospitality Management revela que os clientes se mostram cautelosos relativamente à introdução de novos sistemas porque receiam que estes possam esconder motivos direcionados ao corte de conforto. No entanto, quando os clientes entenderam as mudanças como uma experiência de serviço aumentada, então não foram detetados estigma ou desconforto (Dataconomy, 2016).

Exemplos de caso